Queijos e vinhos, combinação perfeita!

Enfim,  chegou o fim de semana, aliás, essa semana passou voando. Eu ando preocupada com esse tempo que para mim, anda passando rápido demais.

Essa semana  compramos um vinho tinto que há muito eu queria experimentar, não, não  sou  nenhuma Victoria Prandina ,  sou apenas muito fã dessa moça,  e aprecio uma taça de  vinho, em casa não pode faltar o   vinho do porto, marido também gosta muito de um cálice após o jantar.

E já que resolvi postar algo sobre vinho, dei uma pesquisada  em alguns sites, e encontrei informações interessantes, que compartilho com vocês.

Sobre a harmonização de queijos e vinhos:

Geralmente, uma taça de vinho, remete a degustar um pedacinho de queijo, para mim, casamento perfeito! Mas pelo pouco que conheço, não é algo tão simples de ser feita. Um exemplo é a combinação de queijos fortes com vinhos, geralmente o gosto concentrado de um sobressai o gosto refinado do outro.

Em minhas pesquisas, descobri alguns  princípios de combinações e regrinhas básicas de textura e sabor, que muito pode nos ajudar na escolha do vinho e do queijo.

1

Sobre a disposição dos queijos

Uma maneira bacana e  requintada de servir os queijos é distribui-los sobre tábuas.  O ideal é não fatiar ou cortar em pedaços,  e sim deixar que cada convidado faça isso. Não  esquecendo de deixar um tipo de faca para cada tipo de queijo, para não misturar os sabores.

Complemente com outros alimentos

Pães e frutas são complementos ideais e sempre bem-vindos. Eles ajudam a limpar o paladar para experimentação de novos sabores e combinam com boa parte dos queijos. Apostar em uvas, maçãs e frutas secas, sem se esquecer da água.

Combinações de vinhos e queijos

Queijos azuis

Feitos a partir da maturação de fungos, como o gorgonzola, combinam com vinhos mais doces, que quebram o sabor forte e salgado. Escolha um tinto, um branco, ou vinho do Porto. O Roquefort cai bem com Sauternes, o inglês Stilton faz combinação clássica com o Porto e o gorgonzola combina com tintos potentes.

4

Queijos frescos

Queijos frescos e sem casca, como os cremosos, o mascarpone ou a mozarela combinam com vinhos brancos leves, como o riesling ou chardonnay, ou vinhos rosés, acompanham bem mussarela ou mascarpone.

Queijos de massa mole

Vinhos tintos de classe e mesmo brancos parecem insinuar sua adequação com queijos macios, de casca rica, como Cammembert, Brie e Gouda, desde que não muito curados.

6

Queijo de cabra

Vinhos brancos leves e aromáticos combinam com queijos de massa mole, tais como os frescos de cabra e a ricota. Você pode combiná-los com um Chardonnay, rosés ou tintos jovens e frescos, como o Beaujolais francês e o italiano Bardolino.

Serra da estrela

O famoso queijo português feito com leite de ovelha pode ser combinado com um vinho do Porto ou com outros  vinhos portugueses , sempre tintos.

7

Parmesão e grana padano

Os queijos mais duros e geralmente usados como complementos em refeições, como o parmesão, combinam com vinhos robustos tipo pinot gris ou pinot grigio.

Suíços

De paladar fácil, costumam agradar a todos. As melhores companhias são vinhos brancos doces, como os chardonnays. Mas é possível servir também com pinot noir ou vinhos da região da Borgonha, sejam tintos ou brancos.

10

13

Como não poderia faltar em nossa sala, uma sugestão bem bacana de uma  mesa  de queijos e vinhos, para  receber seus convidados.

Obrigada pela visita, e espero que tenha gostado de saber mais um pouquinho sobre essa bebida tão apreciada  por nós brasileiros e pelo mundo afora.

Bom fim de semana!

Verônica

Créditos das imagens: 1 ,  2  , 3 ,  , 5 ,

Anúncios