Jantar especial – Bacalhau a Zé do Pipo

Faz muitos anos que faço esse prato, a primeira vez, foi no aniversário de  2 anos do  Lucas, meu filho mais novo, que hoje está um rapaz.  Era uma segunda feira e fiz questão de comemorar no dia, nem antes,, nem depois. Convidei toda a família  para o jantar e fiquei super feliz porque todos compareceram. Fiz o Bacalhau a Zé do Pipo e Camarão na moranga, todos adoraram! Meu único erro naquela noite, foi ter inventado de fazer o bolo, e bem no centro  dele deixei um  círculo, na hora que o bolo foi para a mesa estava bem geladinho, ai coloquei um aquário redondinho com uns 3 peixinhos dentro , o bolo esfriou a água e em meia hora os peixes estavam boiando coitadinhos,  as crianças ficaram inconsoláveis porque os peixinhos morreram, foi complicado contornar a situação, mas a intenção foi de agradar, nem sempre acertamos, verdade?.

Quando fiz pela primeira vez, resolvi pesquisar o porque do nome Zé do Pipo, e descobri que  o prato tornou-se conhecido na década de 60, quando alcançou o 1º lugar num dos concursos «A melhor refeição ao Melhor Preço» e recebeu o nome do dono do restaurante. Desde  então,  diversos restaurantes têm adaptado o bacalhau à Zé do Pipo como especialidade da casa.

Bacalhau a Zé do Pipo ( receita original)

• 1 lombo de bacalhau
• 2 cebolas
• 1 litro de leite
• 4 colheres de sopa azeite
• 1 folha de louro
• sal e pimenta a gosto
• 1 xícara grande de maionese
• 750 g purê de batata
• azeitonas pretas
Modo de fazer
1. Ponha o bacalhau para demolhar no dia anterior.
2. Depois de bem dessalgado, corte o lombo em postas.
3. Ponha para cozinhar no leite.
4. Enquanto isso, rale as cebolas, junte o louro, o sal e a pimenta e leve ao fogo com o azeite e um pouco de leite do cozimento do bacalhau. A cebola deve ficar branca e macia; não deixe alourar.
5. Depois de cozido, escorra o bacalhau e coloque-o em um recipiente de barro.
6. Sobre as postas de bacalhau, coloque a cebola temperada e cubra completamente com a maionese.
7. Enfeite com o purê de batata e leve para gratinar.
8. Ao servir, junte algumas azeitonas pretas.
O resultado final é exatamente esse da foto , não deu para fotografar o passo a passo da receita ,  me empolguei e resolvi  fazer de última hora, então tive que comprar  o lombo de bacalhau  dessalgado, acabei não fotografando,  porque iríamos jantar muito tarde.
DP_int_BierFass_Div

Foto daqui

E abaixo a nossa mesa posta, digna de um delicioso jantar a dois!

Como hoje é sexta-feira, aproveitamos para tomar um vinho tinto português do Alantejo. Mas, vinho tinto? Sim, se o prato  fosse Bacalhau com Natas, seria vinho branco, mas o Zé do Pipo é uma receita mais forte, com azeitonas, ai o ideal é o tinto, combina direitinho dizem os especialistas.

Ai vem a outra questão: Peixe com Vinho tinto? Pois é, o bacalhau é uma exceção.Os portugueses  costumam dizer que bacalhau não é peixe, bacalhau é bacalhau ora pois! rs

DSC02996

DSC03002

DSC02977

DSC03003
Espero que tenham gostado do Zé do Pipo!

Bom fim de semana para todos!

Verônica

Anúncios